quinta-feira, 28 de abril de 2016

Livro lido de janeiro: Cilada - Harlan Coben

Gente, para vocês verem como eu ando sumida por causa de falta de tempo, somente agora em abril eu vou fazer a resenha do livro que eu li em janeiro!! Mas pelo menos estou seguindo a minha meta de ler pelo menos um livro por mês! E esse livo eu super recomendo pois é muito bom!


Cilada - Harlan Coben
Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. 
O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. 
Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página.

Fazia muito tempo que não lia um livro desse estilo romance policial, e não é que ele me prendeu. O início foi até meio lento, quando o autor descreve muito os personagens, mas não é que aí que está o melhor do livro, pois no final tudo aquilo faz sentido. Tudo isso torna o livro inteligente e instigante, pois o autor consegue enlaçar todos os detalhes e personagens com surpresas e reviravoltas durante a história, somado a isso um final surpreendente e inesperado. Também gostei da variedade de temas que são abordados no livro, pois tem traição, mentiras, vingança, amor, jovens, educação e muito mais. Outra coisa é que os personagens são bem construídos e reais, pois mostra que mesmo as melhores pessoas comentem erros, e as vezes os mais impensáveis. Só posso dizer que li o livro em poucos dias, e que virei fã do autor, tanto que já passei na livraria e comprei outro que em alguns dias farei resenha aqui! Bjks

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Olá, hoje vim mostrar para vocês um pouco de como tenho me organizado ultimamente, pois comprei uma agenda Tilifax Flex da Tilibra e fiz algumas alterações para ficar exatamente como eu queria.




Eu precisava de uma agenda que tivesse um dia por página, onde a cada dia eu pudesse preencher com os meus compromissos e afazeres. Para isso, essa agenda era perfeita pois comprei o tamanho A5 que cabe direitinho na minha bolsa, tem uma capa de couro, e que a cada ano é só trocar o refil. Além disso, ela tem espaço para colocar alguns papéis soltos e para colocar uma caneta. Mas o que eu mais gostei foi que ela parece um mini fichário, e eu poderia acrescentar algumas folhinhas a mais para ter organizadas e sempre a mão algumas anotações a mais. Para fazer isso eu comprei aqueles pacotes que tem cinco cores de folhas A4, tipo lumipaper, e cortei em quatro partes e fiz os furos para coloca-las na agenda. Pois queria separar os tipos de anotações por cores, por exemplo, o rosa deixei no início de cada mês para que eu pudesse escrever as minha metas mensais, e dessa maneira fica bem visível. As outras cores eu coloquei no final, e usei o vermelho para fazer anotações de dados financeiros, o amarelo para anotações do trabalho (como projetos, metas, coisas para comprar), o verde para anotações de casa (como coisas que preciso comprar, o quero fazer, dados de casa), e o laranja para o blog (ideias de posts, inspirações).




Gente, vou confessar que foi meio trabalhoso no início, cortar as folhas e fazer os furinhos, mas valeu a pena. Pois como eu sou multi-tarefas e tenho sempre tanta coisa na cabeça, tinha que ter algo que fosse prático e me facilitasse o dia-a-dia. Agora, tenho sempre a mão tudo o que eu preciso!

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Filmes #4

Como fazia tempo que eu não vinha falar dos últimos filmes que eu assisti, então esse post vai ser um pouco longo, mas espero que aproveitem alguma dica:

50%
Sinopse: Inspirado em fatos reais. Adam (Joseph Gordon-Levitt) tem apenas 27 anos e descobre que está com câncer. O problema é que ele não fumava, não bebia e foi difícil entender porquê foi aparecer um tumor em sua vida. Mas para ajudar a enfrentar essa pedreira ele vai contar com a ajuda de seu melhor amigo Kyle (Seth Rogen), um cara muito alto astral, e também de uma analista (Anna Kendrick) que não é de se jogar fora. Dessa forma parece até que suas chances de sobrevivência em torno dos 50% não tão ruins assim. Será que não mesmo?
Gostei muito desse filme pois apesar de ser mais um filme que trata sobre câncer, o tema foi tratado com sutileza e tem até algumas cenas engraçadas. Disponível no Telecine e no Netflix.

Os suspeitos
Sinopse: Boston, Estados Unidos. Keller Dover (Hugh Jackman) leva uma vida feliz ao lado da esposa Grace (Maria Bello) e os filhos Ralph (Dylan Minnette) e Anna (Erin Gerasimovich). Um dia, a família visita a casa de Franklin (Terrence Howard) e Nancy Birch (Viola Davis), seus grandes amigos. Sem que eles percebam, a pequena Anna e Joy (Kyla Drew Simmons), filha dos Birch, desaparecem. Desesperadas, as famílias apelam à polícia e logo o caso cai nas mãos do detetive Loki (Jake Gyllenhaal). Não demora muito para que ele prenda Alex (Paul Dano), que fica apenas 48 horas preso devido à ausência de provas contra ele. Alex na verdade tem o QI de uma criança de 10 anos e, por isso, a polícia não acredita que ele esteja envolvido com o desaparecimento. Entretanto, Keller está convicto de que ele tem culpa no cartório e resolve sequestrá-lo para arrancar a verdade dele, custe o que custar.
Gostei muito desse filme pois me prendeu do início ao fim, e fugiu bastante daquele roteiro em que vemos na maioria dos filmes desse estilo, pois achei que os personagens eram bem reais mostrando bem os seus defeitos, além de ser uma história bem surpreendente. Disponível no Telecine e Netflix

As Coisas Impossíveis do Amor
Sinopse: Emilia (Natalie Portman) é uma advogada recém-formada que vai trabalhar numa firma e acaba se envolvendo com o seu chefe casado, que depois se separa da esposa e fica com Emilia. Os dois têm um bebê que, por causa de uma tragédia, morre ainda muito pequeno, o que vai provocar muitas complicações no relacionamento do casal. Emilia agora tem que superar a perda do filho, enfrentar as constantes brigas com Carolyn (Lisa Kudrow), a ex-mulher de Jack, e tentar conquistar o amor de William, filho do primeiro casamento de Jack, além de lutar para reatar os laços afetivos com o seu pai.
A história foge do convencional, mas gosto de filmes assim pois sinto que os personagens são mais reais com seus medos, qualidades e defeitos. Disponível no Telecine e Netflix

Sob o Mesmo Céu
Sinopse: Após fracassar em uma missão, o militar Brian Gilcrest (Bradley Cooper) é enviado de volta para o Havaí, sua terra natal, para supervisionar o lançamento de um satélite. Lá, ele se reaproxima de um amor do passado (Rachel McAdams), ao mesmo tempo que começa a se apaixonar por uma piloto da Força Aérea (Emma Stone).
Gostei mais do filme por ele se passar no Havaí, do que pela própria história e personagens. Disponível no Netflix.

Maze Runner: Correr ou Morrer
Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas (Dylan O'Brien) é abandonado em uma comunidade isolada formada por garotos após toda sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que consiga escapar.
Olhei esse filme meio desconfia pois como se tratava de mais uma distopia baseada em livros, mas me surpreendeu e gostei da história e dos personagens e estou louca para ver a sequência! Disponível no Telecine

O Juiz
Sinopse: Advogado de muito sucesso, Hank Palmer (Robert Downey Jr.) volta à cidade em que cresceu para o velório de sua mãe, que há muito não via. É recebido de forma hostil pela família e resolve ficar um pouco mais quando seu pai, veterano juiz, é apontado pela polícia como responsável pela morte de um homem que condenou há vinte anos. Mesmo não se entendendo com o pai, Hank debruça-se sobre o caso, mas os dois não conseguem conviver amigavelmente e a possibilidade de condenação aumenta a cada revelação.
Adorei a história e os personagens, principalmente quando mostram as relações familiares. Disponível no Canal Max Prime

Cinquenta Tons de Cinza
Sinopse: Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.
Já tinha lido o livro, e quis dar uma chance ao filme que gostei bastante até, só não gostei muito da escolha da atriz que interpreta a Anastasia. Disponível no Telecine

Bigger Than The Sky (Nos Palcos da Vida)
Sinopse: Ao ser dispensado pela namorada, Peter (Marcus Thomas) percebe o quanto é solitário e infeliz. Para superar esse sofrimento, ele faz algo inesperado: faz um teste para uma peça do teatro comunitário da cidade. Apesar de não ter nenhum contato anterior com a atuação, ele acaba conseguindo o papel principal, mesmo sem ter certeza se vai ser capaz de fazê-lo. Mas essa experiência vai mudar sua vida para sempre.
Achei o filme muito parado e a história meio vazia, dei uma estrela pois consegui terminar de assistir! Disponível no Netflix