segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Viagem para o Rio de Janeiro e algumas dicas para quem vai viajar

Olá, hoje vim contar para vocês como foi a minha viagem super rápida (sniff) para o Rio de Janeiro e dar mais algumas dicas que serve para qualquer viagem:


Viajar para o Rio era algo que eu queria muito, então aproveitei uma oportunidade de participar de uma Feira na cidade, e decidi tirar dois dias para conhecer. Não é nem perto do tempo que gostaria de ficar, mas juntei o útil ao agradável!

Fiquei no sábado e domingo participando da Feira no Rio Centro, que é próximo ao centro olímpico que está sendo construído e fica no Bairro Jacarepaguá. E aí gente, me deparei com algo que não esperava ver no Rio, o mal atendimento das pessoas! Sempre via comentários dizendo como os cariocas eram receptivos e tal, mas nesses dois dias que fiquei no bairro fui mal atendida em vários locais, inclusive no hotel que fiquei tanto que na hora do check-out queriam me cobrar de novo as diárias, ou seja, além de ser mal atendida ainda eram totalmente desorganizados.

Ah, e aqui vai uma dica para quem quer economizar no transporte na cidade. Como pousei no aeroporto do Galeão (Tom Jobim), o táxi até o Rio Centro sairia em torno de R$ 160,00, pois calculei o preço médio por esse site Calculador de Tarifa de Táxi, que é uma mão na roda na hora de dar uma estimativa de quanto você irá gastar. Então,  através de indicações eu peguei o ônibus executivo "frescão" na saída do aeroporto e fui até o Barra Shopping que fica na Barra da Tijuca, onde eu peguei um táxi até o Rio Centro, então gastei R$ 14,00 no ônibus e mais R$ 30,00 de táxi e cheguei no meu destino super tranquila. Ah, gente vale eu salientar que estava sozinha e com uma mala, e que nunca tinha estado na Cidade Maravilhosa, e estava morrendo de medo, pois vemos muita violência na cidade pela tevê. Por isso, segui indicação do meu marido que já tinha feito esse trajeto e planejei muito bem no mapa qual era a rota que eu tinha que seguir. Então o segredo foi esse, me planejar muito bem sabendo o que tinha no caminho. E até porque encontrei quase tudo que eu precisava saber nesse site Ônibus Frescão, onde eu vi que basicamente ele segue dois trajetos a Linha 2018 do Aeroporto Internacional RJ/ Terminal Alvorada (via orla sul), e a Linha 2918 do Aeroporto Internacional RJ/Terminal Alvorada (via linha amarela), e escolhi esse último que ficava mais próximo do meu destino e que parava no shopping onde eu facilmente conseguiria pegar um táxi. Se quiserem saber mais é só clicar em cima que vai direcionar para os links que tem todo o trajeto.

E no domingo à noite após terminar na feira, nós fomos nos hospedar em um hotel no bairro Copacabana, pois assim ficaríamos mais próximos dos pontos turísticos. Então, optamos por testar o aplicativo Uber, e foi muito rápido, pois tinha um carro perto de onde estávamos, e gente foi muito bom! É incrível o atendimento que tivemos, tanto que o motorista ia mostrando e explicando por onde passávamos, parecia até um guia! Além do carro claro, que era super confortável. Então gostei de usar o aplicativo, pois ao final da corrida o aplicativo pede para a gente avaliar o motorista em até 5 estrelas, e fiquei sabendo que se o motorista tiver menos de 4 estrelas ele sai fora do aplicativo, e que a seleção dos motoristas é super rigorosa. Então é quase certo que o atendimento será bom, o que já não acontece quando pegamos um táxi. Por isso, acho que o Uber deve ser bem regulamentado, assim como os taxistas tem que ter vantagens também pois acredito que a concorrência pode melhorar o atendimento ao consumidor, já que gastamos tanto em transporte em nosso país.

Em Copacabana nos hospedamos no Mirasol Copacabana Hotel, que foi o local com maior custo-benefício que encontrei, pois as hospedagens no Rio são as mais caras que eu já vi. Mas esse hotel foi um achado, pois o preço era bom e o melhor de tudo era a localização, bem próximo da praia. E como tínhamos só um dia e metade do outro para conhecer a cidade, optamos por fazer um City Tour no Rio que passava pelos principais pontos turísticos da cidade além de ter almoço incluído no pacote. E olhem que vale a pena, pois o preço inclui o transporte com ar condicionado, guia, ingressos e almoço. Claro que o passeio é meio corrido, mas vale a pena para se ter uma ideia geral de como é a cidade. Nós optamos pela empresa Passeio Rio, mas também vi falarem super bem da RioMáximo, além de ter várias empresas mas essas duas eu acompanhei e gostei. O nosso único problema foi o clima que não colaborou nada, a cidade estava sob uma chuvinha fina e então o Cristo Redentor estava coberto por neblina assim como o Pão de Açúcar, então não podemos ver toda a linda paisagem.




Ah, e tenho que comentar que quando estávamos em Copacabana e nos pontos turísticos o atendimento melhorou muito, e daí conheci a tão famosa recepção do carioca, que foram supergentis. Como o nosso passeio terminou em torno das quatro da tarde, já que foi meio frustante pois não podemos observar a paisagem por causa do nevoeiro, nós fomos passear na praia de Copacabana, onde alugamos bicicletas do Itaú, que custa R$ 5,00 e andamos por toda a orla, com direito a água de coco. Antes de escurecer, voltamos para o hotel e nos arrumamos para sair, optamos por comer petiscos em Copacabana mesmo ao som de música ao vivo.



No outro dia, o tempo estava pior ainda, então optamos por antecipar o nosso voo para chegarmos mais cedo em casa, já que o clima não colaborou conosco. Queria ficar muito mais na cidade, afinal há tantas coisas que eu queria fazer. E foi uma pena mesmo, mas vou voltar outro vez para a cidade para ficar mais tempo, e claro verificar bem a previsão do tempo antes!! Bjs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz com o seu comentário!