quarta-feira, 1 de abril de 2015

Livro de fevereiro: O Fio da Vida

Olá, hoje eu trouxe para vocês a resenha do livro que li esse mês, e olhem que quase não consegui ler em um mês, pois esse livro tem mais de 500 páginas e a leitura dele não é das mais fáceis.

 Sinopse: “Verdadeiramente brilhante! O fio da vida deve ter sucesso e ganhar vários prêmios. É o tipo de livro que, como a personagem Ursula, dá vontade de começar a ler de novo assim que você termina.” The Times“Um livro audacioso e ambicioso que desafia noções de tempo e destino. A escrita de Atkinson é inteligente e divertida. Mas a sua maior genialidade está na estrutura do texto, incrível... Um livro cativante com uma personagem inesquecível.” The New York TimesE se você pudesse mudar as escolhas da sua vida? E se ao nascer de novo, refazendo sua trajetória, pudesse mudar o destino de outras pessoas e até o curso da história? É esse fascinante jogo com o tempo que permeia a narrativa de Ursula, a personagem principal de O fio da vida, livro da escritora britânica Kate Atkinson.Vencedor do Costa Book Prize, O fio da vida transformou-se em fenômeno de crítica e de público. Além de ter ficado por mais de um ano na lista dos mais vendidos na Inglaterra e nos EUA, foi eleito o melhor livro do ano pela revista Time, um dos cinco melhores romances de 2013 pelo jornal The New York Times, o melhor livro do ano pelo jornal The Independent e um dos 10 melhores livros do ano pelos jornais Guardian e USA Today e pelos sites Salon, Amazon e The Daily Beast.Na trama, Ursula, que nasce em 1910, parece viver em um eterno déjà-vu. Às vezes, sabe o que alguém vai dizer antecipadamente. Ou prevê um incidente banal que vai acontecer. Fica confusa entre o que é real ou não.Sua família vive no interior da Inglaterra. Uma das criadas acha que Ursula tem um sexto sentido. A tia a considera uma pequena vidente. A mãe chega a dizer que Ursula é uma estranha no ninho. E o psiquiatra, dr. Kellet, comenta sobre reencarnação quando ela tem dez anos. Ele explica que seu cérebro pode ter uma pequena imperfeição, que a leva a pensar que esteja repetindo experiências, morrendo e renascendo, apesar de isso não ser verdade.A autora Kate Atkinson narra os destinos de Ursula todo o contexto se passa entre 1910 e 1945, abarcando os dramas das duas guerras mundiais e desenha novas perspectivas a partir de um mesmo fato. E se ele tivesse acontecido de outra maneira, qual seria o seu fim?O relacionamento, nem sempre muito cristalino, entre os integrantes da família Todd, as criadas e os jardineiros, é muitas vezes pontuado por mortes, que nem sempre são esclarecidas. E é assim, com uma morte, a do futuro líder nazista, que Kate Atkinson nos apresenta Ursula e começa a jornada de sua personagem: ela saca da bolsa o velho revólver de seu pai, um movimento ensaiado uma centena de vezes, e dá um tiro, bem na altura do coração de Hitler. Cai a escuridão. Tudo recomeça?
Bom, para início de conversa eu escolhi esse livro quando li a sinopse, adoro temas assim onde uma simples mudanças de atitude ou acontecimento poderia mudar o futuro, e é mais ou menos assim que acontece com a personagem. Ursula nasce e morre várias vezes durante o livro, mas a vida é sempre a mesma, mas o que muda durante cada "vida" são pequenas mudanças que acabam por mudar toda a história de cada vida. Parece meio confuso né! Mas é mesmo, tanto que demorei para ler esse livro pois a leitura dele tem que ser bem concentrada, não foram poucas as vezes em que tive que voltar para o início do capítulo para entender o que estava acontecendo. Mas é incrível como a autora conseguiu escrever esse romance e ainda por cima juntando com fatos verídicos, principalmente, da segunda guerra mundial. Apesar de ter uma leitura "densa" e precisar de muita concentração, gostei muito do livro, ainda mais da mensagem que o livro passa sobre como algo que parece uma pequena mudança pode mudar o destino de nossas vidas, ou seja, como o fio da vida é fino e tênue e que pode nos levar a diversos lugares onde nem imaginamos. Ah, e só não dei cinco estrelas, porque espera algo, sei lá, melhor ou até mais romântico do final, que me decepcionou um pouco.

"O rio pode ser o mesmo, mas as águas são novas."

Se alguém já leu me contem o que acharam! Bjs

13 comentários:

  1. Livros assim, realmente, nos tomam um pouco mais de tempo! Eu já li alguns livros que tive que voltar ao início para entender o que estava acontecendo e eu acho legal porque acaba gerando um diálogo com as páginas, não se acontece contigo! Mas, parabéns pela resenha! Esse não é um livro que eu compraria pra ler no momento, porque estudo na Universidade, faço estágio ... e me tomam bastante tempo! Como ele exige uma hermenêutica, por assim dizer, mas aprofundada, eu só leria essas 500 páginas após terminar o meu curso .

    Beijos
    www.joseanefarias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, me lembro bem como era essa época da faculdade, é tanta coisa para fazer e ler, né! Mas quem sabe um dia! Bjs

      Excluir
  2. Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da resenha! Bjs

      Excluir
  3. Nossa, parece bem bom!
    Vai pra wish list de livros hehe
    beijinhos, Rê
    http://blogsonhosdeverao.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A sinopse me chamou atenção. Adorei sua resenha!
    Beijos, www.blogdoseujeito.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, sempre fico um pouco em dúvida! Bjs

      Excluir
  5. Ainda não li esse livro, mas amei a resenha <3
    Te indiquei em uma TAG lá no meu blog. Espero que goste!

    www.revistadarafa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que vou passar lá para ver! Bjs

      Excluir
  6. Adorei a resenha, ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas achei super interessante a história. Vou procurar mais sobre ele.

    Amei o blog e já estou seguindo :)
    http://feita-deflor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei o livro! A história me lembrou muito a de "Efeito Borboleta" (e a capa também).

    Beijão, Guta!
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
  8. não conhecia o livro mas parece ser muito bom!
    adorei sua resenha ;)
    www.blogamorarosa.com

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz com o seu comentário!