terça-feira, 12 de agosto de 2014

Reeducação Alimentar


Olá, hoje vim falar de como estou fazendo a minha reeducação alimentar, antes de mais nada quero dizer que o mais correto é fazer com o acompanhamento de uma nutricionista. Mas como eu ando sem tempo, comecei eu mesma a me reeducar, e também porque eu não possuo nenhuma doença crônica, como diabetes, hipertensão, entre outras, então o meu caso é mesmo para cuidar da minha saúde e também para não engordar, pois sabem como é, a idade vai chegando e cada vez fica mais difícil emagrecer!
A reeducação alimentar é a receita para emagrecer com saúde e para sempre, e consiste em começar a alimentar-se de forma mais saudável na medida certa. Preferindo frutas, verduras, legumes e carnes magras ao invés de bolos, biscoitos recheados, refrigerantes, sanduíches e comidas "pesadas", como feijoada e frituras, por exemplo.

Até porque não acredito em dietas milagrosas, e sim em uma reeducação alimentar, pois o difícil não é emagrecer, mas sim manter o peso. Por isso tenho buscado informações sobre alimentação e vida saudável, assim eu terei consciência do que eu como e para que eu como. Pelo que tenho lido e conversado com minhas amigas nutri, o objetivo não é deixar de comer tudo o que se gosta, mas consumir sem exageros e aliar bons alimentos a dieta.


Assim separei algumas dicas:
·   Planejamento alimentar é importante e necessário, fazendo uma fez por semana a compra dos alimentos necessários, evitando alimentos que nos fazem perder o controle ou que aumentem a nossa quantidade de calorias diárias sem necessidade; 
·         Beber de 8 a 10 copos de água por dia;
·         Evitar ao máximo o consumo de alimentos industrializados e fast-food;
·         Substituir refrigerantes por sucos naturais ou diet;
·         Incluir alimentos integrais;
·   Evitar alimentos ricos em gorduras como queijos amarelos, frituras, carnes gordas, manteiga;
·         Doces esporadicamente e em pequenas quantidades;
·         Reduzir a quantidade de alimentos consumidos;
·         Diminuir o sal;
·       Fazer refeições pequenas em vários momentos do dia, para evitar o jejum prolongado, uma dica é colocar um alarme no celular para se lembrar de comer a cada 3 horas.
·         Sempre montar um prato colorido;
·         Aumentar a ingestão de peixe e linhaça;
·         O hábito de comer assistindo televisão, ler uma revista, falar ao telefone, entre outras atividades, pode distraí-lo(a) e você não perceberá o quanto está comendo. Além do mais, toda vez que se sentar para ver televisão, por exemplo, você se lembrará da comida;
·       Uma atitude que funciona também é planejar uma “recompensa semanal” para estimular a si próprio, como por exemplo, comprar uma roupa nova sempre que você tiver conseguido boas mudanças em seus hábitos alimentares e nos exercícios físicos;
·        No almoço e no jantar, comer a salada antes dos demais alimentos, e a incremente com ervas, frutas picadas e molhos naturais para que o consumo seja mais prazeroso;
·       Tenha sempre alimentos práticos a sua mão, como na bolsa e no carro. Isso evita que vá a lanchonetes e consuma alimentos mais gordurosos. Podendo optar por ter sempre barras de cereais, cookies e biscoitos integrais, frutas desidratadas, nozes, castanhas entre outros.

Mudar hábitos não é fácil. É uma tarefa que requer esforço e disciplina, mas é possível. Quando o objetivo maior é a saúde, a prevenção de doenças e o melhor aproveitamento do organismo, o esforço vale a pena.

Eu já estou mudando os meus hábitos, e isso já vem há algum tempo, mas vou deixar para outro post! Até mais

2 comentários:

  1. Gostei muito das dicas, adoro ler sobre reeducação alimentar pois também estou na luta pra cuidar melhor da minha saúde. No meu blog também tem várias dicas, fica aí o convite pra vc passar lá e dar uma olhada.
    Bjos.

    www.baudabijou.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita, e pode deixar que vou lá conhecer o seu blog. Bjs

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz com o seu comentário!